domingo, 28 de agosto de 2011

Mudança...



Começar de novo em outro lugar... tantos dariam tudo por isso... mudar, mudanças... não consigo perceber o que acho e o que sinto quanto às mudanças... sinto falta delas se não acontecem, mas quando acontecem, com frequência se tornam maiores e mais fortes que eu... não as consigo acompanhar! Deve ser por isso que, em tantos momentos, teimam em não suceder... Como eu queria ser maior, esticar, crescer... poder com o mundo inteiro às costas e que ainda sobrassem forças e tempo! Tanto que há para fazer e para viver! ... Mas eu não chego para tudo o que queria chegar... foi tempo que perdi? Talvez... ou talvez não. Um passado feliz é perigoso... agarra-nos a ele e dificulta a felicidade mais adiante, por permanente comparação... ou não... dá-nos suporte para enfrentarmos as tempestades a que a vida tanto gosta de gosta de nos submeter... torna-nos mais exigentes, mas isso também nos leva mais longe, talvez! Não, por mais que sinta necessidade de mudanças, não fui feita para mudar... mas mesmo assim, mudo... não fui feita para me adaptar ao mundo; fui feita para que o mundo se adapte a mim - insensatez... ou talvez não. Mudar; um dia aprendi a mudar. Mudo todos os dias e gosto dessa mudança que eu mesma preconizo; mas a par com essa mudança há coisas que mudam e não deveriam mudar... deveriam permanecer no mesmo lugar, fazem-me falta lá! Há coisas que queria que mudassem, há coisas que queria que permanecessem... Nenhum dia igual! Gosto de mudança! Mas daquela mudança que eu possa acompanhar...

Sem comentários: